Cachoeira do São Francisco - Macambira Sergipe

Fica a 74 quilometros de Aracaju em uma reserva de Mata Atlântica. É conheciada como Cachoeira de São Francisco sendo considerada a mais bonita do estado. Para chegar lé você segue pela BR-101 e pega o viaduto via BR-232, sentido Itabaiana. Passando dessa cidade, pega o trevo via Campo do Brito, São Domingos e Macambira. Segue até a sede de Macambira, passa o Mercado, o Matadouro e segue na estrada velha do Pião. Nessa altura, peça orientação a alguém da comunidade (não há placa). A cancela da Fazenda Jacoca é à esquerda, se você estiver no sentido de ida. Caso esteja de carro, será necessário deixá-lo fora. Segue a pé por volta de um quilômetro dentro da propriedade até o som da cachoeira.

O lugar ainda não é explorado pela infra-estrutura turística.
Logo após a cachoeira, há o Poço da Arara. Ele fica na Fazenda Capitão, um lugar freqüentado por quem curte banhar-se nas águas do Rio Vaza-Barris.
Lembrete: se for passar o dia, leve comida , água e sacos para lixo.

Macambira tem uma grande área florestal que compreende a Fazenda Jacoca, onde está localizada a Cachoeira do São Francisco, uma das mais bonitas de Sergipe. Apesar de uma visão encantadora, ela está longe de se tornar um importante ponto turístico pela dificul dade de acesso e a falta de infra-estrutura.

O Poço da Arara é outra beleza que a natureza presenteou ao município. Fica na Fazenda Capitão, logo após a cachoeira, e é um lugar bastante freqüentado por pessoas de fora da cidade que vão banhar-se nas águas transparentes do Rio

Vaza-Barris.


Pantanal de Pacatuba - Costa dos Manguezais

Sergipe tem um pantanal. Parece até conversa de pescador, mas o Pantanal de Pacatuba, também conhecido como Pantanal Nordestino é composto de 40 Km² de área verde que reúne uma biodiversidade pântanos, manguezais, dunas, mar e Mata Atlântica formando um cenário harmonioso de fauna e flora. Fica localizado entre a foz do rio São Francisco e a Reserva de Santa Isabel, banhado por águas límpidas e transparentes do rio Poxim, um afluente do Velho Chico.

Intocado e preservado, essa região reserva aos visitantes um belo espetáculo, particularmente quando ocorre a cheia, nos meses de junho, julho e agosto. Nesse ecossistema sergipano você poderá encontrar macacos de várias espécies, dentre elas o Guigó, lontras, capivaras e jacarés do papo amarelo (ameaçado de extinção).

Vale contemplar, caminhar pela areia da praia, perceber a rica flora composta de plantas aquáticas raras, bromélias, mandacarus, mangabeiras, cajueiros, mandacarus e outras espécies de cactos.

A infra-estrutura turística do município ainda é mínima. Há apenas uma pousada em casa de família. No Pantanal, o melhor restaurante é o do Juarez e na sede do município vale visitar o restaurante do Zé Antônio.Ou seja, leve o lanche de sua preferência. Sempre vale lembrar de não sujar o meio ambiente.

São três as sugestões de como chegar. O primeiro é via BR-101, de Aracaju a Pacatuba são 116 quilômetros. Entrar à direita em frente a Polícia Rodoviária Federal, em Malhada dos Bois, em direção a Neópolis. Segue até o povoado Tatu. A partir desse ponto são seis quilômetros até a cidade.

A segunda opção é indo pela ponte Aracaju-Barra, via Aguilhadas. Atravesse a ponte e siga em direção ao município de Pirambu. No entroncamento de Pirambu, pegue à direita até a entrada do povoado Aguilhadas. Pela estrada de chão são 83 km.

A terceira e última tmbém é pela ponte Aracaju-Barra, via Japaratuba. Atravesse a ponte e siga em direção a Pirambu. No entroncamento de Pirambu pegue à direita e siga para Japaratuba e pegue a BR-101 em direção a Neópolis.

Ele é considerado um exemplo de conservação da natureza por manter ainda intacta uma extensa região de rara biodiversidade. O Pantanal guarda muitas surpresas para quem aprecia um programa voltado com o contato com a natureza. O passeio de canoa é uma indispensável opção para os amantes da ecologia.

Lagoa Redonda: um paraíso em Pirambu Sergipe


A lagoa fica a 19km de Pirambu e recebeu o nome de Redonda devido ao seu formato circular, embora dê voltas e voltas no mangue. Se tiver tempo, banhe-se durante cinco dias consecutivos nas águas da lagoa para encontrar um amor eterno e consolidar uma grande amizade. Assim diz a lenda e, para os supersticiosos, é um bom motivo para ficar na localidade, mas, para os aventureiros, os cinco dias são apenas um aperitivo diante de tanta beleza para apreciar.
As dunas que der
ramam suas areias no riacho da lagoa, conhecido como “pequeno deserto”, transformam o lugar em um verdadeiro oásis. Do alto das dunas, a vista tem duas direções: uma para o mar e outra para o manguezal. Mas, além de apreciar a beleza, o melhor é descer as dunas de sandboard ou de skibunda – uma versão mais simples do primeiro, descendo sentado sobre uma prancha.
Muitas pessoas acampam à beira do riacho só para praticar esse esporte radical. Não seria para menos, há um paredão de areia enorme que p
roporciona uma descida alucinante que acaba com um mergulho na lagoa. O acampamento é rústico, mas os aventureiros têm o suporte da Barraca do Ji, que libera o banheiro e prepara o almoço do pessoal com um cardápio de frutos do mar por R$15 um prato para duas pessoas. Se quiser um pouco mais de conforto, tem o Camping Paraíso da Lagoa Redonda, mais bem estruturado e a apenas 1km do riacho, com preço de R$10 reais por pessoa.
Seguindo em direção ao norte, o turista chega à Lagoa do Sangradouro, a maior de Sergipe, localizada a 22km de Pirambu. Próxima à lagoa, cheia de lendas e histórias, está o Morro da Lucrécia. Os nativos contam que, há muitos anos, uma menina chamada Lucrécia foi engolida pela dunas e quem vai ao lugar sozinho costuma ouvir os seus chamados. A subida do morro e areia tem cerca de 25m e do topo a vista é surpreendente. Avista-se uma imensa cratera preenchida com uma porção de água – Lagoa Azul –, em meio ao deserto. A temperatura da lagoa é amena, o que propícia um banho bem relaxante.

Serra da Miaba: um paraíso em São Domingos

A famosa Serra da Miaba (3ª maior do Estado, ficando a 630 m acima do nível do mar), localizada no Município de São Domingos, distante 76 km de Aracaju.


Seu ponto mais alto chamado de 'Cruzeiro', onde existem três cruzes fincadas na terra. Várias pessoas freqüentam este lugar não apenas pela sua beleza, mas também por acreditar no poder de Deus, fazendo e pagando promessas lá do alto da Serra.
A vista ao 'Cruzeiro' é fascinante, o ar é puro e pode-se visualizar a imensa beleza de lá de cima. A partir daí é só descida até a "recompensa". Um lugar escondido no meio da Serra faz brilhar os olhos de todos que frequentam aquele lugar.


O 'Poço 17', como é chamado, possui algumas pequenas cachoeiras, uma piscina natural refrescante de águas geladas maravilhosa, pedras modeladas pela queda d'água e uma vegetação perfeita, onde as fotos dizem tudo.

Contos populares - O nome dado a Serra da Miaba, de acordo com o povo mais antigo do local, se deu pelo fato de uma linda mulher, chamada Miaba, atrair os homens que passavam com sua beleza. Essa 'História' é passada de geração em geração, não sendo difícil ouvi-la da boca de crianças de 5 anos de idade.
Além das trilhas da Serra, o Município de São Domingos possui a maior ponte do Estado (relativo à altura), com 75m de altura. Para os adoradores de esportes radicais, é uma boa pedida. Lá são feitos rappel e saltos de big jump, que dão ao esportista o prazer e a liberdade de estar em contato direto com a natureza.

Poções de Ribeira Itabaiana


Uma seqüência de mais de oito poços de água doce está localizada no município de Itabaiana. Para os aventureiros, vale rapel, escalada entre os paredões rochosos por onde a segue a correnteza. Ou para os amantes da natureza, nada como um belo banho nas suas águas.

Para quem tem maior preparo físico e disposição, sempre uma boa pedida é subir os poções da Ribeira de um a um. Um desafio que requer uma certa programação, conhecimento da intensidade das águas do Rio das Pedras, onde acampar e qual a melhor época do ano.

Os poços de Ribeira são uma atração irresistível para os amantes do turismo de aventura. A densa vegetação nativa faz um contraste maravilhoso com os paredões que chegam a 100 metros. Há 10 pontos excelentes para prática do rapel.

Os moradores locais sempre recomendam os banhos no verão, quando a água fica um pouco mais quente. E acrescentam que para fazer uma visita, vale dias mais calmos – ou seja, fuja dos domingos.

MAIORES SERRAS DE SERGIPE

Localização Altitude

Serra Negra
Poço Redondo
750m

Serra de Itabaiana
Itabaiana
650m

Serra de Gougogi
Tobias Barreto
600m

Serra dos Palmares
Riachão do Dantas
550m

Serra do Curral Novo
Riachão do Dantas
550m

Serra do Boqueirão
Riachão do Dantas
500m

Serra Carnaúba
Riachão do Dantas
500m

Serra dos Oiteiros
Lagarto
500m

Serra do Cajueiro
Itabaiana
500m

Serra da Miaba
Campo do Brito
500m

Serra Comprida
Areia Branca
400m